Mudanças aerodinâmicas nos F1 de 2014

Em 2014, os carros de F1 terão algumas mudanças principalmente nos motores que, como muitos já sabem, passarão a ser V6 turbo. Mas na parte aerodinâmica, as principais mudanças serão no Bico frontal, asa dianteira, asa traseira e escape, além do novo dispositivo de segurança frontal para a cabeça do piloto ( veja mais no projeto PCP ).





Certo, mas o que muda tudo isso?

- BICO FRONTAL:

Agora deverá ter uma altura livre do solo de 185mm ( seta laranja ), o que os deixarão mais baixos e com os postes centrais da asa dianteira mais curtos, aumentando a segurança dos pilotos em casos de colisão, principalmente laterais.

- ASA DIANTEIRA:

Passa a ser mais estreita em sua largura, caindo dos atuais 1800mm, para 1650mm. Isso deixará parte dos pneus dianteiros expostos ao vento frontal, gerando um certo aumento do arrasto, diminuindo assim a eficiência aerodinâmica.

- ASA TRASEIRA:

Deverá ser mais rasa e com um raio de curvatura menor, e não será mais permitido o uso da asa menor da base. Isso causará uma diminuição no downforce nas rodas traseiras, e provavelmente menor tração, forçando uma pilotagem ainda mais precisa para não deixar o F1 sair de traseira.

- ESCAPES:

Aqui a maior mudança aerodinâmica, pois será adotado um único tubo de escape central, saindo acima do eixo traseiro, com os últimos 150mm de sua ponta apontados para cima em um ângulo máximo de 5º ( destacado em amarelo ).

Esse tubo não poderá mais ter quaisquer partes da carroceria instalados além de sua ponta, o que obviamente acabará com a farra de usar e "manipular" os jatos dos escapes para auxiliar no ganho de downforce da traseira do F1 ( adeus "santo" efeito coanda.....).  

Mas um detalhe nisso tudo me chama a  atenção, provavelmente veremos uma certa mudança também nos difusores traseiros. Isso por conta da eliminação da pequena asa da base do aerofólio traseiro. Com sua exclusão, todo o aerofólio traseiro provavelmente só poderá ser apoiado nas bases de suas laterais, diretamente sobre o difusor. Há também a chance de usarem os postes centrais, como já foram usados no passado. Mas nesse caso abre-se a chance das equipes usarem os postes de apoio para desenvolverem ainda mais os DRS passivos, e não sei se a FIA vai gostar disso, uma vez que estão tentando limitar ao máximo a eficiência aerodinâmica no auxílio do piloto. 

Então para usarem uma possível nova opção sobre os difusores, terão que dar uma certa "reforçada" na estrutura do assoalho e difusor para que o mesmo possa suportar todo o peso da pressão aerodinâmica do aerofólio instalado diretamente sobre ele. 

Esse é um ponto que eu vou querer ver como os engenheiros vão resolver.....Como vão projetar esta suposta ligação, pois meu palpite é que, se realmente existir, pode-se abrir ai um pequeno caminho para uma outra solução desesperada. A de ainda desviar "algum" ar para as fendas laterais do difusor, já que não haverá mais Efeito coanda dos escapes.

DISPOSITIVO DE SEGURANÇA FRONTAL

Por conta de alguns acidentes ocorridos nestes últimos anos, a FIA determinou que em 2014 os carros terão uma estrutura de proteção na frente do cockpit, para proteger melhor a cabeça do piloto. Tal dispositivo deverá ser mais ou menos como o PCP (modelo FRONTAL) que desenvolvi em 2009, o qual já foi muito discutido, e que fui até apresenta-lo aos engenheiros da FIA na sua sede em Paris, etc, etc. ( veja mais sobre o PCP em   http://www.designerbira.blogspot.com.br/2009_07_31_archive.html ).

Porém é claro que não será o próprio PCP, mas algo parecido com tubos metálicos instalados diretamente a frente do cockpit, para evitar o impacto de objetos como Pneus, carros passando por cima, etc. Realmente é um dispositivo necessário, e influenciará de certa forma a aerodinâmica do F1. Mas como todos no grid terão, acabará por ser "nivelado". Porém inicialmente prevejo uma chuva de críticas dos fãs por parte do "DESIGN ESTÉTICO" dessa peça, que se não for bem elaborado, vai acabar destoando do visual geral do F1. Este foi um tópico que me preocupei muito em meu projeto PCP, algo com um design que se camuflasse ao carro para não chocar muito. Alertei para este detalhe, os engenheiros da FIA ficaram meio surpresos com minha observação, gostaram de meu modelo, mas senti que não estão muito preocupados com isso... Então provavelmente virá algo eficiente e seguro, e não espere mais que isso. 


Bom, o jeito vai ser ficar de olho nas idéias mirabolantes do Sr. Adrian ( os torcedores e obviamente toda a sua concorrência, é claro....  ). Como ele e a trupe da RBR vão contornar esses detalhes de um pacote de novas regras que dão uma certa limitada na eficiência aerodinâmica do F1 como um todo, deixando a coisa mais no braço dos pilotos, e menos na tecnologia embarcada. 

Será que vai ter pilotinho pagante pedindo pra sair? É esperar pra ver as novas aventuras da F1 2014.

autor: Ubiratan Bizarro Costa
designer industrial automobilístico

@biradesigner2


Aplicativo F1 para celular

Novo App para os que curtem F1 e querem saber mais a fundo como funcionam os dispositivos aerodinâmicos usados nos carros de F1, seu design técnico, segredos dos dispositivos rolando no campeonato, engenharia da Fórmula 1, etc. Link de instalação:

universo.mobi/designer_bira_analise_tecnica

Comentários

  1. PCP removivel; O momento de mais perigo para um piloto seria a largada de um carro de f-1, depois do acidente de ESPA com Alonso e Grojean, viu se a necessidade de criar um despositivo para proteger o piloto na hora de um acidente como o que ocorreu em ESPA, mas acho eu que esse dispositivo poderia ser removido no primeiro Pit Stop, sendo assim voltando ao designer original dos carros de f-1, estou ciente que vc Bira levou a FIA um belo projeto e algumas maquetes para ilustrar melhor a sua ideia, mas gostaria de saber si vc pensou na ideia de uma possivel retirada PCP no Pit Stop.Nesse caso ele so seria utilizado no inicio da corrida ou quando os pilotos estiverem nos treinos que antecede a classificação para ajustar o setup simulando uma corrida. Logico que essa ideia tem seu lado positivo e negativo, como por exemplo não evitar que um pneu solto na pista venha a atingir a cabeça do piloto. Grande abraço Bira.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

VEJA TAMBÉM:

A teoria do possível "segredo" da asa traseira da Ferrari

MONOFORMULA BK

PCP TARGA

Estranho dispositivo no assoalho da Ferrari 2017

BICO FORCE INDIA 2017