FENDA DIFUSOR RB10

A RBR testou ao longo do campeonato, um curioso dispositivo em seu difusor.

Tratam-se de pequenas aberturas localizadas na base do difusor, abaixo da abertura de entrada do motor de partida externo.
Neste local foi criada uma pequena "fenda", uma espécie de divisão entre o assoalho e o começo do  difusor.
E nesta fenda, com algo em torno de 5mm, foram criados pequenos e estranhos furos ( destacados em laranja ), difíceis de serem detectados no calor de um GP.





Mas para que serviriam tais furos?

Tenho duas possíveis teorias:

A primeira seria que o ar entre pelos sidepods, e parte dele, internamente possa estar sendo desviado por tubos que desemboquem em tais furos na base do difusor.
A ideia seria jogar o máximo de ar ACELERADO fluindo por debaixo do difusor ( setas vermelhas ).
Isso provocaria o aceleramento de mais ar externo ao seu redor, e quanto mais ar acelerado por debaixo, menor será a pressão sob o F1.
Então com menor pressão por baixo, maior donwforce será criado sobre as rodas traseiras.
Isso traria um provável aumento de tração nos pneus.

A segunda teoria seria:

Nas retas e curvas de alta, o ar jogado acelerado pelos pequenos furos no difusor, criariam pequenos vórtices. Tais vórtices provocariam um DESCOLAMENTO do ar que passa nesta área mais central do difusor, causando um pequeno Stol, fazendo com que o difusor perdesse parte de sua pressão aerodinâmica. Isso diminuiria o donwforce sobre a traseira do F1, aumentando a velocidade nas retas....( é praticamente o efeito contrário da primeira opção ).

Neste caso, tal dispositivo seria comparado ao antigo DRS de asa dianteira que a Mercedes criou e usou algumas vezes nos anos anteriores, onde a ideia era justamente perder parte da carga aerodinâmica na asa dianteira e consequentemente ganhar velocidade final.
Então poderiam estar tentando ganhar velocidade "stolando" parte do difusor. De certa forma é um risco, mas se já usam um DRS que perde boa parte da pressão aerodinâmica sobre a asa traseira, por que não perder um pouquinho mais também sob o difusor......vai saber.....

Infelizmente, o efeito exato deste estranho dispositivo só poderia ser descoberto com bons estudos em um túnel de vento, somados ao CFD. Ou perguntando ao Sr Adrian o objetivo real de seu uso. Como isso infelizmente não vai rolar, continuamos na teoria mesmo ( e eu particularmente fico com a primeira, a mais provável e segura).

Se estão usando este dispositivo em todas as corridas, isso não dá pra saber.
Mas que a RBR tem apresentado uma boa recuperação sobre os adversários, isso não podemos negar ( Ricardo e Alonso que o digam...).
E tudo pode ser por conta da soma desta e de várias coisinhas estranhas espalhadas pelo RB10. Já que o motor não ajuda tanto quanto deveria, o jeito é inventar na aerodinâmica, e nisso o Sr Adrian é muito bom....rsrr.

Comentários

  1. Olá Bira, descobri o seu blog por acaso e gostei muito das análises e projetos, aprendi muito com suas postagens! Gostaria de compartilhar um projeto meu: O primeiro carro de F1 desenhado e projetado por mim, usei papel para construir esse modelo baseado no regulamento de 2014. (Sim, sou fã de Dodge e gostaria de ver a marca na categoria hahah) Espero que goste, abraços!

    Llink da imagem: http://imgur.com/Psa5cJ7

    ResponderExcluir

Postar um comentário

VEJA TAMBÉM:

Reunião com Charlie Whiting FIA Interlagos 2017

A teoria do possível "segredo" da asa traseira da Ferrari

COCKPIT F1 BD

O ACIDENTE DE MASSA E A MORTE DE AYRTON SENNA PODERIAM TER SIDO EVITADOS COM O USO DO PCP?

Design de Protetores de cockpit tipo ESCUDO

PCP TARGA