DRS DUCT SOPRANDO O DIFUSOR

Muito se disse neste início de temporada sobre o funcionamento do DRS DUCT criado e instalado na asa traseira da Mercedes que poderia estar trabalhando em conjunto com seu duto frontal da asa dianteira, dando assim um grande ganho de desempenho aerodinâmico nos primeiros testes da temporada de 2012. 


Analisando esse dispositivo, juntamente com outros flagrados em diferentes carros nos testes e treinos dessa temporada de 2012, algumas equipes podem estar usando formas derivadas do DRS DUCT da Mercedes para soprar outras partes do F1.

E a principal delas seria o difusor traseiro. 
Como seria isso?
Uma derivação dos dutos da Mercedes instalados na asa traseira teria entradas de ar embutidas dentro das aletas de abertura de saída de ar localizadas nas laterais superiores da asa traseira ( por tanto praticamente invisíveis ), as quais coletariam ininterruptamente grande parte do fluxo de ar acelerado que passa por esta região, jogando-o dentro dos dutos embutidos nas laterais da asa traseira ( de menor espessura e menos visíveis que os da Mercedes). Esses dutos desceriam e desembocariam nos canais localizados na pequena asa da base do aerofólio traseiro, Esses canais por sua vez, iriam para a estrutura de impacto traseiro (até ai algo parecido com o sistema da Mercedes), mas ai seguiriam bifurcando sobre as laterais do motor, onde os canais seriam aquecidos pelo calor do motor e se estreitariam criando um tipo de tubo venturi, ambos, o calor e o estreitamento do canal, acelerariam ainda mais o fluxo total de ar. E para completar, após o estreitamento, este canal se somaria a outro recebendo parte do fluxo de ar já aquecido e acelerado dos sidepods. Ambos resultariam em um bom fluxo de ar quente acelerado desembocando abaixo da caixa de câmbio, soprando ar quente acelerado sob a abertura de acionamento do motor externo de partida, curvando e saindo acima, no centro do difusor traseiro, na pequena abertura, quase imperceptível em alguns F1, abaixo da luz traseira de chuva. 



E quais os benefícios?
Esse efeito somado resultaria em algo parecido aos efeitos dos antigos difusores soprados com os difusores duplos, sendo assim mantendo um pouco dos benefícios aerodinâmicos de ambos, mas sem sair do âmbito do atual regulamento.
Tudo isso já está sendo usado atualmente, parte levemente visível em um F1, parte em outro. 
As coisas estão lá, basta saber quais equipes possívelmente estariam usando tudo dessa forma. Então, como na F1 as idéias fluem, fica ai mais esta possível "variação" de dispositivo para ser desvendado. 

Autor: Ubiratan Bizarro Costa ( designer industrial automobilístico ) .


@biradesigner2
contato@bizarrodesign.com.br
www.criaforma.com.br
www.bizarrodesign.com.br
 

Comentários

VEJA TAMBÉM:

Reunião com Charlie Whiting FIA Interlagos 2017

A teoria do possível "segredo" da asa traseira da Ferrari

COCKPIT F1 BD

O ACIDENTE DE MASSA E A MORTE DE AYRTON SENNA PODERIAM TER SIDO EVITADOS COM O USO DO PCP?

Design de Protetores de cockpit tipo ESCUDO

PCP TARGA